Mercado de Cafe

22 Jan 2021

Chuvas no Brasil, recuperação de estoques e aversão ao risco pressionam mercado do café

Café arábica encerrou com quedas acima dos 200 pts em NY. Chuvas no Brasil, Covid-19 e recuperação dos estoques certificados pressionam os preços no pregão. CAFE NY MAR/21 -2,40 124,05

O mercado futuro do café arábica encerrou as cotações desta sexta-feira (22) com quedas acima dos 200 pontos na Bolsa de Nova York (ICE Future US). Chuvas no Brasil, Covid-19 e recuperação dos estoques certificados ajudaram a pressionar os preços no pregão. 

Março/21 teve queda de 240 pontos, valendo 124,05 cents/lbp, maio/21 registrou baixa de 230 pontos, valendo 126,20 cents/lbp, julho/21 teve desvalorização de 230 pontos, valendo 128,10 cents/lbp e setembro/21 registrou baixa de 225 pontos, estabelecendo os preços por 129,90 cents/lbp. 

Vale destacar, no entanto, que o retorno das chuvas não recupera os danos para a safra de arábica do Brasil em 2021. De acordo com o primeiro levantamento da Conab, divulgado nesta semana, é previsto uma quebra entre 32% e 39% para o arábica, considerando as condições climáticas e o ano de bienalidade baixa para o arábica. 

Uma recuperação nos estoques da ICE foi outro fator de baixa para o café observado nesta sexta-feira. 

Apesar da redução dos estoques indicar um consumo dentro da normalidade na pandemia do Coronavírus, o pregão desta sexta também foi marcado por um dia de grande aversão ao risco no mercado financeiro global. 

Mais do que isso, índices acionários caem no mundo todo. O Ibovespa marcava sua quarta baixa seguida, registrando as mínimas em um mês e, na Europa, os mercados também fecharam a sexta-feira em queda. E parte dessas perdas estão bastante ligadas às notícias mais recentes sobre a pandemia do coronavírus. 

"Os mercados acionários europeus encerraram em queda nesta sexta-feira, uma vez que a atividade empresarial na zona do euro encolheu em janeiro com rígidos lockdowns para controlar a pandemia do coronavírus fechando muitas empresas", informa a agência de notícias Reuters.

Na Bolsa de Londres, o café tipo conilon também encerrou a semana com desvalorização. Março/21 teve queda de US$ 13 por tonelada, valendo US$ 1310, maio/21 teve desvalorização de US$ 13 por tonelada, valendo US$ 1322, julho/21 registrou baixa de US$ 12 por tonelada, valendo US$ 1338 e setembro/21 teve queda de US$ 11 por tonelada, negociado por US$ 1357.

"Sobre o clima, a Somar Meteorologia alerta que permanece a condição para fortes precipitações e temporais no Estado de São Paulo nesse fim de semana. Pode chover, mas de forma fraca e isolada, nas áreas da divisa paulista com o Rio de Janeiro e no norte do Espírito Santo. Para o restante da Região Sudeste, a previsão é de tempo firme", destacou o Conselho Nacional do Café (CNC) em sua análise semanal. 

O CNC destacou ainda que no mercado físico, as cotações tiveram pouca oscilação, mas a variedade arábica segue alcançando níveis recordes ao receber impulso da retração vendedora, uma vez que um alto percentual de produtores realizou a comercialização de forma antecipada, e da quebra na safra 2021 do Brasil.

O indicador calculado pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) para o arábica subiu 0,35% na semana e fechou a quinta-feira em R$ 654,24/saca, seu novo recorde nominal na série, que teve início em 1996. O do conilon permaneceu praticamente estável em R$ 416,18/saca.

A sexta-feira encerrou com estabilidade nas principais praças produtoras do país. 

O tipo 6 bebida dura bica corrida teve queda de 0,73% em Guaxupé/MG, valendo R$ 682,00, Araguarí/MG teve alta de 1,49%, negociado por R$ 680,00. Poços de Caldas/MG manteve a estabilidade por R$ 660,00, Patrocínio/MG manteve o valor de R$ 650,00 e Varginha/MG manteve a negociação por R$ 680,00.

O tipo cereja descascado teve queda de 0,68% em Guaxupé/MG, valendo R$ 725,00. Poços de Caldas/MG manteve a estabilidade por R$ 720,00, Patrocínio/MG manteve o valor de R$ 700,00 e Varginha/MG manteve a negociação por R$ 720,00.

Fonte:

 Notícias Agrícolas

Mercado de Cafe
Semana de baixas: Com grande correção nos preços, NY acumula 5 sessões de desvalorização

A semana foi de baixas para o mercado de café. Nesta sexta-feira (5), o mercado teve sua quinta sessão de baixas consecutivas. CAFÉ NY MAI/21 -3,30 128,85
05 Mar 2021
Café: Mercado futuro tem mais um dia de baixas e físico no Brasil acompanha queda nesta 5ª
O mercado futuro do café arábica encerrou mais uma sessão baixas para os principais contratos na Bolsa de NY. CAFÉ NY MAI/21 0,65 132,15
04 Mar 2021
Café: Bolsas de Nova York e Londres com baixas técnicas para os principais contratos
O mercado futuro do café arábica voltou a registrar quedas técnicas para os principais contratos na Bolsa de NY. CAFÉ NY MAI/21 -1,05 132,80
03 Mar 2021
Café:Arábica tem dia de baixas técnicas após números da OIC e Londres finaliza com estabilidade
01 Mar 2021
O primeiro pregão de março chega ao fim com quedas técnicas para os principais contratos no mercado futuro do café arábica na Bolsa de NY. CAFE NY MAI/21 -1,70 135,15
Café: Nova York fecha no negativo nesta 6ª feira
26 Fev 2021
O mercado futuro do café arábica segue operando com desvalorização para os principais contratos na Bolsa de NY. CAFÉ MAI/21 -2,55 137,50
Café: Oferta restrita segue impulsionando mercado e NY, Londres e BR têm mais um dia de alta
25 Fev 2021
A quinta-feira (25) chega ao fim com mais uma sessão de valorização para o café no mercado futuro. Na Bolsa de NY. CAFÉ MAI/21 2,80 140,05
Café: Após duas sessões de altas, NY encerra 4ª com quedas técnicas e Londres tem leves altas
24 Fev 2021
Após 2 sessões de altas expressivas para o café, o mercado futuro do café arábica encerrou com quedas técnicas para os principais contratos na Bolsa de NY. CAFÉ NY MAI/21 -1,05 137,25
Café: Nova York volta a subir mais de 300 pontos nesta 3ª; Londres acompanha valorização
23 Fev 2021
Café arábica voltou a registrar altas acima dos 300 pontos para os principais contratos na Bolsa de NY, CAFÉ MAI/21 3,35 138,30
Café finaliza acima dos 130 cents/lbp com otimismo com consumo e menor oferta do Brasil
22 Fev 2021
A semana começou com valorização expressiva para o mercado futuro do café arábica e conilon, nas Bolsas de Londres e NY. CAFÉ NY MAI/21 5,80 134,95
Em semana mais curta, café tem três altas consecutivas e finaliza sexta-feira com estabilidade
19 Fev 2021
Café arábica finalizou as cotações desta sexta-feira (19) com estabilidade para os principais contratos na Bolsa de NY. CAFÉ MAI/21 -0,15 129,15
www.investbras.com.br
Contato
Fone: (34) 3832-0300
Rua Cesário Alvim, 1342 – 2º Piso, Sala 3
Centro - Patrocínio-MG
CEP 38740-040
Notícias sobre:
Investbras
Agente Autônomo de Investimentos

Ouvidoria Terra Investimentos
0800 940 0406