Mercado de Cafe

15 Jan 2021

Café finaliza com valorização técnica em NY em véspera de feriado nos EUA.

Após registrar valorizações expressivas, o mercado futuro do café arábica encerrou as cotações com altas técnicas para as principais referências. CAFÉ NY MAR/21 0,80 128,15

Após registrar valorizações expressivas, o mercado futuro do café arábica encerrou as cotações desta sexta-feira (15) apenas com altas técnicas para as principais referências.  Os contratos chegaram a subir mais de 300 pontos, mas devolveram parte dos ganhos antes do fechamento do pregão. 

Março/21 finalizou com valorização de 80 pontos, valendo 128,15 cents/lbp, maio/21 subiu 85 pontos, negociado por 130,25 cents/lbp, julho/21 teve alta de 90 pontos, valendo 132,15 cents/lbp e setembro/21 encerrou com valorização de 95 pontos, valendo 134 cents/lbp. 

A semana foi marcada por estimativas de quebra para safra 21 de arábica do Brasil. Na terça-feira, a Montesanto Tavares estimou um recuo de 37% para a safra de arábica deste ano. Considerando também a safra de conilon, a Montesanto acredita que a safra desde ano será 23% abaixo do recorde de 68,21 milhões de sacas produzidas em 2020.

Na quinta-feira (15), a projeção de quebra da Marex Solutions foi ainda mais expressiva. De acordo com a consultoria,  a safra 21 de café arábica do Brasil deve ter uma quebra entre 30% e 50%, consequência da falta de chuvas e altas temperaturas em Minas Gerais. A expectativa é que a quebra seja próxima das 18 milhões de sacas em relação ao ciclo anterior, quando colheu 48,77 milhões de sacas, segundo a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), o que representaria uma perda de 36%.

O Conselho Nacional do Café (CNC) também destacou as condições das lavouras brasileiras no balanço semanal. "Não há alterações nos fundamentos, com os atores certos de uma menor oferta global da commodity em 2021, em especial por perdas no Brasil, que está em seu ciclo de baixa na bienalidade do café arábica", afirma.

Complementou citando ainda os problemas enfrentados por países concorrentes do Brasil na produção de café "Também há registros de perdas em nações cafeeiras da América Central, em função da passagem dos furacões Eta e Iota, e de possibilidade de quebra no Vietnã por causa de tufões que afetaram o país asiático", complementa. 

Na Bolsa de Londres, o café tipo conilon encerrou com valorização. Março/21 teve alta de US$ 21 por tonelada, valendo US$ 1353, maio/21 finalizou com alta de US$ 21 por tonelada, valendo US$ 1363, julho/21 subiu US$ 23 por tonelada, valendo US$ 1378 e setembro/21 finalizou com valorização de US$ 23 por tonelada, valendo US$ 1397.

Segundo o CNC, em relação ao clima, a Somar Meteorologia aponta manutenção de temporais em grande parte dos Estados de São Paulo e Minas Gerais neste fim de semana. Há, ainda, risco de vendavais, grandes volumes acumulados, queda de granizo, além da possibilidade de inundações e deslizamentos de terra entre São Paulo, Minas e Rio de Janeiro.

No Brasil, o mercado físico encerrou a semana com valorização nas principais praças produtoras do país. "No mercado físico, o café arábica registrou, ontem, seu maior valor nominal na série histórica do indicador do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), que teve início em 1996. A variedade foi cotada a R$ 638,60/saca, avançando 2,1% na semana. O conilon caiu 0,5% no intervalo, valendo R$ 412,82/saca", conclui o CNC. 

O tipo 6 bebida dura bica corrida teve alta de 5,25% em Guaxupé/MG, valendo R$ 682,00, Poços de Caldas/MG registrou valorização de 2,31%, negociado por R$ 665,00, Patrocínio/MG teve alta de 1,56%, valendo R$ 650,00 e Franca/SP teve alta de 3,03%, valendo R$ 680,00.

O tipo cereja descascado teve alta de 5,07% em Guaxupé/MG, valendo R$ 725,00, Poços de Caldas/MG encerrou com valorização de 2,11%, valendo R$ 725,00, Patrocínio/MG teve valorização de 1,45%, negociado por R$ 700,00, Varginha/MG manteve a estabilidade por R$ 720,00 e Campos Gerais/MG não registrou variações, mantendo o valor de R$ 707,00.

Fonte:

 Notícias Agrícolas

Mercado de Cafe
Semana de baixas: Com grande correção nos preços, NY acumula 5 sessões de desvalorização

A semana foi de baixas para o mercado de café. Nesta sexta-feira (5), o mercado teve sua quinta sessão de baixas consecutivas. CAFÉ NY MAI/21 -3,30 128,85
05 Mar 2021
Café: Mercado futuro tem mais um dia de baixas e físico no Brasil acompanha queda nesta 5ª
O mercado futuro do café arábica encerrou mais uma sessão baixas para os principais contratos na Bolsa de NY. CAFÉ NY MAI/21 0,65 132,15
04 Mar 2021
Café: Bolsas de Nova York e Londres com baixas técnicas para os principais contratos
O mercado futuro do café arábica voltou a registrar quedas técnicas para os principais contratos na Bolsa de NY. CAFÉ NY MAI/21 -1,05 132,80
03 Mar 2021
Café:Arábica tem dia de baixas técnicas após números da OIC e Londres finaliza com estabilidade
01 Mar 2021
O primeiro pregão de março chega ao fim com quedas técnicas para os principais contratos no mercado futuro do café arábica na Bolsa de NY. CAFE NY MAI/21 -1,70 135,15
Café: Nova York fecha no negativo nesta 6ª feira
26 Fev 2021
O mercado futuro do café arábica segue operando com desvalorização para os principais contratos na Bolsa de NY. CAFÉ MAI/21 -2,55 137,50
Café: Oferta restrita segue impulsionando mercado e NY, Londres e BR têm mais um dia de alta
25 Fev 2021
A quinta-feira (25) chega ao fim com mais uma sessão de valorização para o café no mercado futuro. Na Bolsa de NY. CAFÉ MAI/21 2,80 140,05
Café: Após duas sessões de altas, NY encerra 4ª com quedas técnicas e Londres tem leves altas
24 Fev 2021
Após 2 sessões de altas expressivas para o café, o mercado futuro do café arábica encerrou com quedas técnicas para os principais contratos na Bolsa de NY. CAFÉ NY MAI/21 -1,05 137,25
Café: Nova York volta a subir mais de 300 pontos nesta 3ª; Londres acompanha valorização
23 Fev 2021
Café arábica voltou a registrar altas acima dos 300 pontos para os principais contratos na Bolsa de NY, CAFÉ MAI/21 3,35 138,30
Café finaliza acima dos 130 cents/lbp com otimismo com consumo e menor oferta do Brasil
22 Fev 2021
A semana começou com valorização expressiva para o mercado futuro do café arábica e conilon, nas Bolsas de Londres e NY. CAFÉ NY MAI/21 5,80 134,95
Em semana mais curta, café tem três altas consecutivas e finaliza sexta-feira com estabilidade
19 Fev 2021
Café arábica finalizou as cotações desta sexta-feira (19) com estabilidade para os principais contratos na Bolsa de NY. CAFÉ MAI/21 -0,15 129,15
www.investbras.com.br
Contato
Fone: (34) 3832-0300
Rua Cesário Alvim, 1342 – 2º Piso, Sala 3
Centro - Patrocínio-MG
CEP 38740-040
Notícias sobre:
Investbras
Agente Autônomo de Investimentos

Ouvidoria Terra Investimentos
0800 940 0406