Mercado de Boi Gordo

27 Ago 2020

USDA: Produção de carne bovina no Brasil deve crescer 4% e de suína, 4,5% em 2021

A produção brasileira de carne bovina deve atingir recorde de 10,51 milhões de toneladas em 2021, prevê o adido do Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) em Brasília.

A produção brasileira de carne bovina deve atingir recorde de 10,51 milhões de toneladas em 2021, prevê o adido do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) em Brasília.

Se confirmado o volume, representará incremento de 4% ante o previsto para 2020, de 10,10 milhões de toneladas. "O otimismo por trás dessa perspectiva reflete uma recuperação da economia brasileira, atualmente projetada para crescer 3,5% em 2021, com a continuação da inflação em nível mais baixo, uma taxa de desemprego estável e maior poder de compra do consumidor", diz o adido do USDA, em relatório divulgado hoje.

Por outro lado, a agência reitera que a flutuação cambial, a frágil recuperação econômica mundial e o ressurgimento do coronavírus ainda são incertezas para o próximo ano na indústria de proteína animal.

O USDA estima que o consumo doméstico da proteína pelo País aumente na mesma proporção da produção, de 4%, e atinja 7,88 milhões de toneladas em 2021 contra 7,67 milhões de toneladas em 2020. "A indústria de food service deve se recuperar em 2021 e alguns analistas preveem uma grande mudança nos padrões de consumo de cortes de carne bovina, com os consumidores dando preferência por cortes mais baratos.

O consumo de carne bovina no Brasil continua atrás do da carne de frango, que responde por cerca de 40% da proteína animal total consumida", comenta o USDA.

O adido do governo norte-americano acrescenta que a demanda interna neste ano tende a diminuir 460 mil toneladas em virtude dos reflexos econômicos da pandemia do coronavírus, que levou ao fechamento de restaurantes, escolas e redução do turismo. "A ajuda emergencial fornecida pelo governo federal gerou reflexos positivos no consumo de alimentos básicos, mas a alta dos preços da carne bovina no varejo está forçando os consumidores a optarem pelo frango e, em menor medida, pela carne suína e ovos", explica o USDA.

Fora a perspectiva de recuperação da demanda interna de carne bovina, o USDA destaca que as exportação brasileira de carne bovina tende a continuar forte tanto em volume quanto em receita no ano que vem.

O USDA projeta que as vendas externas da proteína devam atingir novo recorde em 2,7 milhões de toneladas - volume 8% maior que o projetado para 2020. A alta deve-se principalmente à maior exportação para os mercados asiáticos, em especial à China, destaca o USDA. "Além disso, o crescimento mundial, projetado em torno de 5% em 2021, combinado com uma taxa de câmbio favorável, que torna a carne bovina brasileira muito competitiva, são motores que alimentam o otimismo entre os exportadores do setor", diz o adido.

Carne suína - A produção brasileira de carne suína também deve aumentar em 2021. O USDA projeta alta de 4,5% no volume produzido pelo País, para 4,3 milhões de toneladas - volume que seria recorde. "Refletindo a continuidade das fortes exportações para a China, melhora da demanda doméstica e custos de ração estáveis no próximo ano", observa o adido do USDA.

O consumo interno de carne suína deve avançar 4% para 3,2 milhões de toneladas no ano que vem, estima o USDA. "O consumo de carne suína continua em terceiro lugar, atrás de frango e carne bovina na preferência do consumidor brasileiro, compreendendo cerca de 15% da demanda total por proteína animal", aponta o adido.

Para a exportação brasileira de carne suína, o USDA projeta aumento de 6% no ano que vem, para 1,12 milhão de toneladas. "A China vai continuar demandando maiores volumes de carne suína brasileira durante 2021 devido ao impacto da peste suína africana naquele país e em outras partes do mundo", observa o adido, acrescentando que a desvalorização de cerca de 30% do real contribui para manter a commodity brasileira competitiva no mercado internacional.

Fonte:
 Estadão Conteúdo

 

Mercado de Boi Gordo
Média diária exportada de carne bovina avança 10,75% na segunda semana de outubro

A média diária embarcada até a segunda semana ficou em 8,58 mil toneladas e teve um aumento de 10,75% se comparado com os dados observados em outubro do ano passado.
13 Out 2020
Carne bovina: Volume exportado alcança 94,3 mil toneladas na terceira semana de setembro
O volume embarcado alcançou 94,3 mil t de carne bovina até a 3ª semana de set/20, sendo que no ano passado o total exportado em todo mês de setembro foi de 138,2 mil toneladas.
21 Set 2020
Exportação de carne bovina segue com ritmo acelerado na segunda semana de setembro
Exportações de carne bovina in natura com bom desempenho, na qual a média diária embarcada ficou em 8,20 mil t. e teve um aumento de 24,61% se comparado c/ setembro do ano passado.
14 Set 2020
Desempenho exportador das carnes na primeira semana de setembro
09 Set 2020
O volume de carne de frango aumentou perto de 10%, o de carne bovina praticamente 25% e o de carne suína superou os 50%.
Carne bovina: Volume exportado atinge 163,2 mil toneladas em agosto
01 Set 2020
O volume total exportado de carne bovina in natura em agosto ficou em 163,2 mil toneladas, na qual é uma quantidade recorde exportada para o mês.
Boi supera R$230/arroba no Brasil e deve seguir em patamar recorde até o fim do ano
28 Ago 2020
A arroba do boi gordo superou a marca de 230 reais nesta semana, mesmo patamar alcançado em novembro de 2019.
Exportação de carne suína supera em 27% volume e receita de agosto/19
24 Ago 2020
O faturamento nos primeiros 15 dias úteis de agosto com as exportações de carne suína foi de US$ 139.435.367, cerca de 27,78% a mais que a receita com em agosto de 2019.
Média diária exportada de carne bovina in natura registra alta de 43,50% na 1ª semana de agosto.
10 Ago 2020
O volume embarcado alcançou 44,06 mil toneladas de carne bovina na 1ª semana de agosto, sendo que no ano passado o total exportado ficou em 135,1 mil toneladas.
Boi: Contratos futuros terminam a semana com desvalorizações na Bolsa Brasileira
07 Ago 2020
Em dia de realização de lucros, os contratos futuros para o boi gordo finalizaram a sessão desta sexta-feira (07) com desvalorizações na B3.
Exportações totais de carne bovina crescem e se aproximam das 200 mil toneladas/mês
07 Ago 2020
O mercado chinês é o grande responsável por este crescimento, mantendo seu apetite mês a mês: em junho, compraram 77.200 t. e em julho as aquisições subiram para 115.186 t.
www.investbras.com.br
Contato
Fone: (34) 3832-0300
Rua Cesário Alvim, 1342 – 2º Piso, Sala 3
Centro - Patrocínio-MG
CEP 38740-040
Notícias sobre:
Investbras
Agente Autônomo de Investimentos

Ouvidoria Terra Investimentos
0800 940 0406