Macroeconomia

18 Mai 2020

Esperança sobre vacina contra Covid-19 empurra dólar à maior queda do mês

O dólar caiu 2,00% ante o real, maior queda desde o fim de abril, em dia de maior apetite por risco nos mercados globais por esperanças sobre uma vacina contra o Covid-19.

SÃO PAULO  - O dólar caiu 2,00% ante o real nesta segunda-feira, maior queda desde o fim de abril, em dia de maior apetite por risco nos mercados globais por esperanças sobre uma vacina contra o Covid-19 e após notícias de maior consenso entre autoridades das duas maiores economias da União Europeia (UE) para combater a crise do coronavírus.

O dólar à vista fechou a 5,7224 reais na venda, mínima em quase duas semanas. A desvalorização de 2,00% é a mais forte desde 29 de abril (-2,94%).

No piso da sessão, atingido às 14h25, a moeda cedeu a 5,6952 reais na venda, baixa de 2,15%.

Na B3, o dólar futuro recuava 2,17%, a 5,7340 reais, às 17h29.

As operações domésticas espelharam o movimento externo, onde o dólar teve queda ante divisas fortes e emergentes, enquanto as bolsas de valores no mundo inteiro saltaram, o índice Dow Jones da Bolsa de Nova York fechou em disparada de quase 4% e o petróleo teve um rali.

"Os mercados de risco tiveram um rali com notícias relacionadas a fundamentos de longo prazo --especificamente a Moderna relatando dados favoráveis sobre vacinas", disse o conselheiro econômico principal da Allianz (DE:ALVG), Mohamed A. El-Erian.

A farmacêutica Moderna Inc informou que sua vacina experimental contra Covid-19 mostrou resultados promissores em um pequeno estudo de estágio inicial. A informação fortaleceu expectativas de reabertura mais ampla das economias, ainda afetadas por medidas de isolamento social determinadas meses atrás para conter a disseminação do vírus.

Ajudando ainda mais na queda do dólar, no começo da tarde França e Alemanha concordaram em propor a criação de um fundo de recuperação de 500 bilhões de euros que ofereceria subsídios a países membros e regiões da UE mais afetados pela crise do coronavírus, o que o presidente francês, Emmanuel Macron, considerou um "grande passo adiante".

Com a depreciação desta segunda, o dólar está 4,19% abaixo do recorde nominal intradia de 5,9725 reais alcançado na última quinta-feira e a 4,63% da marca psicológica de 6 reais que muitos no mercado ainda acreditam que a cotação tocará.

 

O Goldman Sachs faz parte desse grupo. O banco revisou na noite da sexta-feira passada suas projeções para o dólar e passou a ver a moeda em 6 reais dentro dos próximos três meses, ante estimativa anterior de 5,25 reais, citando uma atualização aos movimentos do mercado.

A instituição alterou ainda os prognósticos para seis e 12 meses --de 4,90 reais para 5,75 reais e de 4,70 reais para 5,25 reais, respectivamente.

"O real provavelmente vai operar mais fraco que seu valor justo por um período considerável de tempo", disseram analistas do Golman no relatório.

Fonte: Investing

Macroeconomia
Dólar fecha abaixo de R$ 5 com exterior positivo após dados nos EUA

Mercado de câmbio voltou a ser dominado por uma onda de venda, que coroou uma semana de forte queda para a moeda dos EUA em meio à disparada da demanda global por risco em meio a um crescente otimis
05 Jun 2020
Tempo: Fim de semana tem previsão de muita chuva para região sul do país
A aproximação de uma frente fria ganha força, aumentando os volumes e uma massa de ar frio deve entrar em atuação no domingo (7) a noite, derrubando as temperaturas em todo o sul do país.
05 Jun 2020
Opep+ vai se reunir sábado para discutir extensão de cortes de produção
Além de discutir sobre cortes na produção de petróleo e aprovar uma nova abordagem que visa forçar os retardatários, como Iraque e Nigéria, a cumprir melhor os limites existentes.
05 Jun 2020
Dólar fecha na mínima em 10 semanas em novo dia positivo no exterior
03 Jun 2020
Dólar voltou a registrar forte queda nesta 4ª feira, a nona em 11 sessões, com o real mais uma vez na dianteira de ganhos nos mercados globais de câmbio; DOL -0,2085 5,0510.
Dólar recua 3,25%, maior desvalorização em dois anos com otimismo externo
02 Jun 2020
Dólar chegou a cair mais de 3% contra o real nesta sessão, em meio a otimismo global em relação a uma recuperação econômica, ainda em meio a tensões políticas no Brasil e nos EUA; DOL -0,1740
Exportações para a Ásia cresceram 27,7% em maio; para a China, alta foi de 35,2%
02 Jun 2020
Em meio à pandemia do coronavírus, as vendas de produtos agrícolas, especialmente para os asiáticos, evitaram uma queda maior nas exportações no mês passado, que recuaram 4,5%.
BC atua, mas dólar fecha em alta com mercado avaliando incertezas domésticas
01 Jun 2020
Dólar começou junho em firme alta ante o real, que teve o pior desempenho entre as principais moedas na 1ª sessão do mês, conforme as operações domésticas reagiram a um noticiário ainda visto
Dólar fecha em queda após fala de Trump
29 Mai 2020
O dólar teve altos e baixos ao longo desta sexta-feira, mas acabou fechando em queda ante o real e acumulando em maio a primeira desvalorização mensal de 2020.
Ibovespa fecha em leve queda, mas sobe em maio com aposta sobre retomada após Covid-19
29 Mai 2020
O Ibovespa fechou em leve queda, mostrando volatilidade na 2ª etapa do pregão, mas terminou a semana e o mês no azul com apostas otimistas sobre a retomada das economias.
Ibovespa recua com atritos EUA-China e tensão política respaldando realização de lucros
28 Mai 2020
IBOV teve uma sessão de realização de lucros, com o aumento dos atritos entre China e Estados Unidos e o conflito institucional no Brasil envolvendo governo.
www.investbras.com.br
Contato
Fone: (34) 3832-0300
Rua Cesário Alvim, 1342 – 2º Piso, Sala 3
Centro - Patrocínio-MG
CEP 38740-040
Notícias sobre:
Investbras
Agente Autônomo de Investimentos

Ouvidoria Terra Investimentos
0800 940 0406