Mercado de Cafe

15 Mai 2020

Exportações do café solúvel crescem 7,3% nos primeiros quatro meses de 2020

Os industriais brasileiros registraram crescimento de 7,3% na comparação com os embarques do ano passado.As exportações somaram o equivalente a 1.329.923 sacas de 60 kg.

A Associação Brasileira da Indústria de Café Solúvel (Abics) divulgou o levantamento mensal em que aponta que o segmento do café solúvel teve um desempenho positivo nos primeiros quatro meses deste ano. As exportações somaram o equivalente a 1.329.923 sacas de 60 kg.

Os industriais brasileiros registraram crescimento de 7,3% na comparação com os embarques em mesmo período do ano passado. Em receita cambial, o avanço foi de 0,5% na mesma comparação, com os ingressos rendendo US$ 181,4 milhões ao Brasil.

Segundo o diretor de Relações Institucionais da entidade, Aguinaldo Lima, a performance positiva foi principalmente porque as indústrias revisaram suas estimativas após o decreto de pandemia do novo coronavírus. “Antes desse cenário de exceção que vivemos, prevíamos um crescimento de, no mínimo, 5% na comparação com o recorde de 4 milhões de sacas que foram exportadas em 2019. Agora, a projeção está para avanço de 1% a 5%, refletindo a cautela dos industriais diante das consequências da covid-19”, revela.

Nos primeiros quatro meses de 2020, o Brasil comercializou café solúvel com 87 países. Os principais clientes foram os Estados Unidos, com a importação de 254.310 sacas. Na sequência vêm Rússia, com 152.415 sacas; Argentina, com 94.590 sacas; Japão, com 81.733 sacas; e Indonésia, com a aquisição de 77.582 sacas.

De acordo com o diretor da Abics, entre as 15 principais nações compradoras de café solúvel do Brasil, destacam-se duas que também fabricam o produto. "O México e a Holanda estão entre os grandes produtores de solúvel e apresentaram crescimento surpreendente quando comparamos com as importações que realizaram no primeiro quadrimestre de 2019. Os holandeses aumentaram em 1.435% e os mexicanos em 555% as compras do produto brasileiro", informa

 

Consumo interno

O mercado brasileiro também apresentou crescente interesse pelo solúvel nacional. O consumo da bebida no primeiro quadrimestre apresentou um aumento de 11% na comparação com idêntico intervalo anterior, saltando de 251 mil sacas, em 2019, para as atuais 298 mil sacas entre janeiro e abril. "Esse crescimento é resultado do esforço das grandes marcas, que apresentam novidades em produtos e embalagens, fazendo o café solúvel ganhar novos adeptos", explica Lima.

O diretor da Abics conclui que os bons resultados apresentados nas exportações e no mercado interno do produto sinalizam, pelo menos em curto e médio prazos, que os impactos internos e externos causados pela pandemia da covid-19, por enquanto, não prejudicaram o setor.

Fonte:
Abics

 

Mercado de Cafe
Em semana com pouca variação, café finaliza com valorização em Nova York

A queda do dólar durante esta sexta-feira (5) ajudou a dar suporte aos preços técnicos, porém positivos no exterior. Café NY JUL/20 +0,75 98,90.
05 Jun 2020
Café finaliza com baixas em NY motivado pela retomada alta do dólar
Café NY Julho/20 encerrou com queda de 95 pontos, valendo 98,15 cents/lbp. Na BM&F Set/20 café fecha em baixa de -1,15 a 108,35;
04 Jun 2020
Café: As cotações domésticas do café arábica oscilaram fortemente em maio
No começo do mês, os valores foram impulsionados especialmente pela oferta restrita e pela elevação do dólar.
04 Jun 2020
Café NY fecha em alta de 90 pts, com queda do dólar dando suporte aos preços
03 Jun 2020
A queda do dólar também ajudou a dar suporte aos preços no exterior. Números da produção da Colômbia também chamaram atenção do mercado neste pregão; Café NY Jul/20 +0,90 99,10.
Produção colombiana de café cresce 6% em maio e exportação recua 15% no mesmo mês
03 Jun 2020
Dados divulgados pela Federação Nacional de Cafeicultores da Colômbia indicaram que a produção de café na Colômbia no mês de maio foi de 1,2 mi/scs de 60 kg, um aumento de 6% a mais do que no
Preços do café caem em maio, enquanto a volatilidade diminui
03 Jun 2020
Indicador composto da OIC diminuiu 4,1%, para uma média de 104,45 cents/lb em maio de 2020. Em Abr/20 as exportações mundiais atingiram 10,82 mi/scs, 3,1% inferior às 11,17 mi/scs exportadas em ab
Café: arábica oscila com forma em maio
03 Jun 2020
Cotações domésticas do café arábica oscilaram com força ao longo de maio, movimentos de queda estiveram atrelados às desvalorizações internacionais e do dólar e ao início efetivo da colheit
Café tem dia sem grandes variações e queda do dólar dá suporte aos preços em NY
02 Jun 2020
Café arábica finalizou a sessão desta 3ª feira com poucas movimentações na Bolsa de Nova York (ICE Future US); NY Julho/20 -0,10 98,20.
Exportações de café solúvel do Brasil mantêm crescimento apesar da pandemia de COVID-19
02 Jun 2020
De janeiro a abril de 2020, o Brasil exportou café solúvel para 87 países, o que gerou o embarque equivalente a 1,329 mi/scs de 60kg, volume 7,3% superior às exportações do mesmo período do ano
Café NY inicia Junho com valorização, reagindo a estimativa de safra do USDA
01 Jun 2020
Futuro do café arábica começa o mês de junho com valorização na Bolsa de NY (ICE Future US), o curto, Jul/20, fechou a 200pts a 98,30 cents/lb, reagindo aos números do USDA de 67,9 mi/sacas pre
www.investbras.com.br
Contato
Fone: (34) 3832-0300
Rua Cesário Alvim, 1342 – 2º Piso, Sala 3
Centro - Patrocínio-MG
CEP 38740-040
Notícias sobre:
Investbras
Agente Autônomo de Investimentos

Ouvidoria Terra Investimentos
0800 940 0406