Mercado de Cafe

28 Out 2019

Café arábica encerra sessão desta 2ª com altas de 105 pontos no dezembro/19

Café arábica encerraram a sessão desta segunda-feira (28) com altas de até 125 pontos na Bolsa de Nova York. CAFÉ NY DEZ/19 +1,05 100,50

Os futuros do café arábica encerraram a sessão desta segunda-feira (28) com altas de até 125 pontos na Bolsa de Nova York (ICE Futures US). O mercado iniciou a semana registrando quedas técnicas, mas voltou a subir no final do dia. 

O contrato com vencimento para dezembro/2019 teve alta de 105 pontos e voltou a ser negociado a 100,50 cents/lbp. Março/20 teve alta de 110 pontos e estabeleceu 103,95 cents/lbp, maio/20 registrou alta de 115 pontos, sendo negociado por 106,10 cents/lbp e julho/20 registrou a maior alta por 125 pontos e finalizou o dia por 108,20 cents/lbp.


Destaca ainda que aliada à isso houve uma pequena desvalorização do real. "Um real mais forte desencoraja as vendas de exportação pelos produtores de café do Brasil". Apesar do peso sobre os embarques, o dólar mais baixo ante o real, em compensação, dá suporte sobre os preços externos do café.

 

As questões climáticas no Brasil também têm influenciado diretamente nos preços. "As preocupações da safra brasileira são otimistas quanto ao preço do café, depois que os dados da Somar Meteorologia de segunda-feira mostraram que as chuvas em Minas Gerais, a maior região produtora de café arábica do Brasil, mediam 13,9 mm na semana anterior, apenas 37% da média histórica".

Mercado Interno 

No mercado interno, os negócios acompanharam o externo e foram registradas leves variações. 

O café tipo cereja descascado registrou maior valor em Espírito Santo do Pinhal/SP com saca a R$ 490  e variação de 2,08%. Em Guaxupé/MG a alta foi de 0,62% e era cotado a R$ 484. Em Poços de Caldas/MG foi registrada queda de 0,65% e a saca era cotada a R$ 457 e em Varginha foi registrada queda de 4,40% e o valor estabelecido por R$ 435. 

O tipo 4/5 registrou queda em duas das principais praças do país. Em Varginha/MG a queda foi de R$ 4,60 e a saca era cotada a R$ 415,00. Já em Poços de Caldas/MG a queda foi de 0,70% sendo cotado a R$ 427,00. O maior valor de negociação foi registrado em Franca/SP com alta de 1,16% e saca cotada a R$ 435,00. 

O tipo 6 duro registrou maior valor de negociação em Guaxupé/MG por R$ 434 e alta de 0,70%. Franca/SP registrou alta de 1,19% e estabeleceu o preço por R$ 425. Média Rio Grande do Sul/RS registrou alta de 2,41% e era cotado a R$ 425. Em Varginha foi registrada queda 4,65% e o valor foi estabelecdo a R$ 410, Poços de Caldas teve queda de 0,71% e finalizou o dia por R$ 417. 

Na sexta-feira (25), o Indicador CEPEA/ESALQ do arábica tipo 6, bebida dura para melhor, teve a saca de 60 kg cotada a R$ 424,23 com vairação de 1,54%. 

Fonte: Notícias Agrícolas

 

Mercado de Cafe
Pressão do USDA se mantém e café finaliza com baixas de mais de 300 pontos em NY

Mercado futuro do café arábica despencaram no pregão desta quinta-feira (28) depois que os números do USDA indicaram uma safra recorde de 67,9 milhões de sacas para 2020/21.
28 Mai 2020
Café: Vendas antecipadas da safra atual superam média dos últimos anos.
Os trabalhos da safra 20/21 de café ainda começam a ganhar intensidade nas principais regiões produtoras do Brasil, 35% ou mais da safra já foi comercializada.
28 Mai 2020
Café finaliza com baixas, sentido a pressão da nova safra e ainda de olho no clima em MG
Café arábica encerrou com desvalorização de mais de 200 pts nos principais contratos. As quedas foram motivadas pela entrada da nova safra no mercado.
27 Mai 2020
Café finaliza pregão com altas e com mercado de olho nas previsões de geadas para esta madrugada
26 Mai 2020
A terça-feira finalizou com altas para os principais contratos na Bolsa de NY com queda para o dólar e um momento que o mercado acompanha as condições climáticas no sul de MG.
Café: Sem NY e Londres, mercado físico tem pregão tranquilo em dia de queda para o dólar
25 Mai 2020
Sem as referências das Bolsa de Nova York e Bolsa de Londres, o mercado físico brasileiro iniciou a semana sem grandes variações nesta segunda-feira (25).
Café finaliza a semana sem grandes variações: De olho na colheita, clima e Coronavírus
22 Mai 2020
O café termina a sessão desta sexta-feira (22) sem grandes movimentações na Bolsa de Nova York (ICE Future US). CAFÉ NY JUL/20 -1,15 103,60
Cafeicultura gera emprego e renda, apesar da pandemia
22 Mai 2020
A colheita do café, iniciada nas últimas semanas, emprega milhares de pessoas. E, neste ano, terá importância socioeconômica ainda maior para o país.
Pregão do café e termina sem grandes variações e com baixas técnicas de até 90 pts em NY
21 Mai 2020
O mercado físico brasileiro acompanhou o exterior e encerrou o pregão também com baixas nas principais praças. CAFÉ NY JUL/20 -0,90 104,75
Dólar engata 2ª sessão seguida de firme queda com foco em cenário local
21 Mai 2020
O dólar teve mais um dia de forte queda nesta quinta-feira, renovando mínimas desde o começo do mês num pregão de evidente fraqueza da moeda norte-americana.
Café tem dia de quedas, mas valorização do real minimiza perdas nos principais contratos
20 Mai 2020
O mercado futuro do café arábica finaliza a quarta-feira (20) com baixas para os principais contratos na Bolsa de Nova York (ICE Future US). CAFÉ NY JUL/20 -1,40 105,65
www.investbras.com.br
Contato
Fone: (34) 3832-0300
Rua Cesário Alvim, 1342 – 2º Piso, Sala 3
Centro - Patrocínio-MG
CEP 38740-040
Notícias sobre:
Investbras
Agente Autônomo de Investimentos

Ouvidoria Terra Investimentos
0800 940 0406