Estatisticas

24 Jun 2019

Boletim Focus: Estimativa do mercado para expansão da economia cai para 0,87%

A projeção para a expansão do PIB desta vez foi reduzida de 0,93% para 0,87%. Essa foi a 17ª redução consecutiva.

A estimativa do mercado financeiro para o crescimento da economia segue em queda. É o que mostra o boletim Focus, resultado de pesquisa semanal a instituições financeiras, feita pelo Banco Central(BC) e divulgada às segundas-feiras, em Brasília.

A projeção para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB) – a soma de todos os bens e serviços produzidos no país - desta vez foi reduzida de 0,93% para 0,87%. Essa foi a 17ª redução consecutiva.

A expectativa das instituições financeiras é que a economia tenha crescimento maior em 2020. A estimativa é de 2,20%, a mesma da semana passada. A previsão para 2021 e 2022 permanece em 2,50%.

Inflação

A estimativa de inflação, calculada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), caiu de 3,84% para 3,82% este ano, na quarta redução seguida.

A meta de inflação de 2019, definida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), é de 4,25%, com intervalo de tolerância entre 2,75% e 5,75%.

A projeção para 2020 caiu de 4% para 3,95%. A meta para o próximo ano é de 4%, com intervalo de tolerância 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo.

Para 2021, o centro da meta é 3,75%, também com intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual. O CMN ainda não definiu a meta de inflação para 2022. A previsão do mercado financeiro para a inflação em 2021 e 2022 permanece em 3,75%.

Taxa básica de juros

Para alcançar a meta de inflação, o Banco Central usa como principal instrumento a taxa básica de juros, a Selic, mantida em 6,5% ao ano, na última semana pelo Comitê de Política Monetária (Copom).

Ao final de 2019, as instituições financeiras esperam que a Selic esteja em 5,75% ao ano, a mesma perspectiva da semana passada.

Para o fim de 2020, a expectativa para a taxa básica volte para 6,5% ao ano, e, no fim de 2021, chegue a 7,5% ao ano.

Quando o Copom reduz a Selic, a tendência é que o crédito fique mais barato, com incentivo à produção e ao consumo, reduzindo o controle da inflação e estimulando a atividade econômica.

Quando o Comitê de Política Monetária (Copom) aumenta a Selic, a finalidade é conter a demanda aquecida, e isso causa reflexos nos preços porque os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança.

Fonte: Agência Brasil
Estatisticas
Mercado ajusta expectativas e passa a ver crescimento mais fraco da indústria em 2020

O levantamento semanal apontou que a expectativa para o crescimento da indústria em 2020 caiu a 2,02%, de 2,20% antes.
16 12 2019
Comparativo evolução preços de café NY em reais em NY com inflação IGPM DEZ98 a SET19
Comparativo evolução preços de café NY em reais em NY com inflação IGPM de DEZ/1998 a SET/2019.
11 Out 2019
Mercado vê Selic a 5,50% em 2019 e 2020 no Focus
O mercado reduziu pela 2ª vez seguida a expectativa para a taxa básica de juros em 2020 e passou a ver estabilidade da Selic ao longo do ano que vem no patamar esperado para o fim de 2019.
29 Jul 2019
Valor da Produção Agropecuária de R$ 600 bilhões deve ser o segundo maior da história
17 Jun 2019
Montante só foi superior em 2017, quando foram alcançados R$ 604 bilhões.
Mercado passa a ver Selic a 5,75% e crescimento abaixo de 1% em 2019
17 Jun 2019
Mercado reduziu com força a expectativa para a taxa básica de juros neste ano após 18 semanas de estabilidade, ao mesmo tempo em que passou a ver crescimento econômico abaixo de 1% em 2019 pela 1
Economistas cortam no Focus previsão para indústria em 2019 em mais de 3 vezes; PIB deve crescer 1
10 Jun 2019
Com a fraqueza da economia, economistas agora veem a taxa básica de juros Selic em 7% ao final de 2020, de 7,25% antes. Para este ano, ainda esperam manutenção na mínima recorde atual de 6,5%.
Expectativa de crescimento do Brasil em 2019 é reduzida pela 14ª vez, a 1,13%, mostra Focus
03 Jun 2019
O levantamento mostrou que os economistas consultados cortaram pela 14ª vez seguida a projeção para o PIB este ano, passando a ver uma expansão de 1,13%, de 1,23% antes.
Focus: Mercado faz nova redução e passa a ver crescimento de 1,23% do PIB este ano
27 Mai 2019
O levantamento divulgado nesta 2ª feira pelo BC mostrou que a estimativa de crescimento para o PIB agora é de 1,23%, ante 1,24% na semana anterior. Para 2020 não houve alteração na projeção de
Projeções para PIB e indústria voltam a cair e economistas veem Selic a 7,25% em 2020
20 Mai 2019
Para o PIB, a estimativa de crescimento para 2019 passou a 1,24%, ante 1,45%; Já as contas para a indústria caindo 0,23%, a 1,47%; Pesquisa mostrou ainda que o mercado passou a ver a política monet
BC aponta possível recuo do PIB no 1º tri, ressalta importância de reformas para avaliação
14 Mai 2019
BC enfatizou que o sucesso das reformas, em especial de natureza fiscal, desempenha um papel fundamental sobre a atividade, numa provável referência à importância da reforma da Previdência nesse
www.investbras.com.br
Contato
Fone: (34) 3832-0300
Rua Cesário Alvim, 1342 – 2º Piso, Sala 3
Centro - Patrocínio-MG
CEP 38740-040
Notícias sobre:
Investbras
Agente Autônomo de Investimentos

Ouvidoria Terra Investimentos
0800 940 0406